My World ^.^
Mesmo depois de conhecer vários e novos sorrisos, o dele ainda é o meu preferido.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 »
   Antigamente, eu resolvia os impasses da vida chorando. Se a coleguinha tirasse o brinquedo da minha mão e não devolvesse mesmo após insistentes pedidos era só abrir o berreiro. Então, algum adulto aparecia e resolvia a encrenca na hora. Na adolescência, o negócio começou a ficar um pouco diferente. Vezenquando eu descontava a ira nas portas, batendo tudo com força. Em outras ocasiões, abraçava o travesseiro com ares de infelicidade, chorava, achava que o mundo era um lugar estranho, frio e ruim demais, além de dizer a frase clássica (ao ser contrariada): “um dia eu vou sair daqui!”. Só que eu cresci, não posso mais chamar um adulto, nem bater portas e armários, tampouco sentir raiva do mundo, das coisas ou das pessoas. E, sim, eu saí “dali”. Mas o “dali” não saiu de mim, se é que você me entende. Continuo com conflitos, incertezas, pequenas angústias que tomam Biotônico Fontoura e se reproduzem de uma forma assustadora aqui dentro. Meu lado B é um monstro sujo e cruel. Me atormenta, me desestrutura, me desespera, me desgoverna, me desestimula, me enfraquece. Morro de medo dele, fujo e fujo e fujo e fujo. Corro até minhas pernas não mais aguentarem e meu coração pular pela boca. Meu lado B é uma menina indefesa, que grita silenciosamente por ajuda, que pede alucinadamente que a paz chegue, que se debate violentamente quando alguma coisa sai dos trilhos. Espero que as coisas se tornem mais fáceis. E que meu lado B dobre na próxima esquina e tome o seu rumo.
Clarissa Corrêa. (via nitratos)
Há 1 mês, ♥ 592 | reblog | Tags: #clarissa corrêa
   Talvez eu nunca me cure desse mal, de achar que posso tudo. Posso mudar o mundo, as pessoas. Todavia, meus sentimentos são certos. Meus feelings são certos. Eu sou meu par. Engraçado, quando a gente descobre que é o seu próprio par…o mundo começa a fazer sentido.
Clarissa Corrêa. (via nitratos)
Há 1 mês, ♥ 778 | reblog | Tags: #Clarissa Corrêa
   E você me olha com essa carinha banal de “me espera só mais um pouquinho”. Querendo me congelar enquanto você confere pela centésima vez se não tem mesmo nenhuma pessoa melhor do que eu. E sempre volta. Volta porque pode até ter uma coxa mais dura. Pode até ter uma conta bancária mais recheada. Pode até ter algum descolado que te deixe instigada. Mas não tem nenhum melhor do que eu. Não tem. Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontra um pouco de chão. E, quando precisa se sentir especial e amada, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento mais safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo. E eu passei os últimos anos escrevendo sobre como você era especial e como eu te amava e isso e aquilo. Mas chega disso.
Tati Bernardi (via t-a-q-u-i-c-a-r-d-i-a)
Há 1 mês, ♥ 972 | reblog | Tags: #tati bernardi
   Eles são muito diferentes. Gênios opostos, eu diria. Mas tem algo em comum. A liberdade. O desapego. O medo da entrega. Quem sabe ficando juntos encontram uma solução. Bem que podia né? Ela sempre pensou assim: “Pra ficar do meu lado tem que ser melhor que minha própria companhia. Eu tenho que admirar.” E ele me parece um pedaço daquilo que a vida tem de mais charmoso. Ele não faz planos ou promessas, só surpresas, te ensinou a gostar de surpresas. Ele é diferente.
Tati Bernardi. (via effingos)
Há 1 mês, ♥ 1537 | reblog | Tags: #tati bernardi
   E eu tenho vontade de segurar seu rosto e ordenar que você seja esperto e jamais me perca e seja feliz. E que entenda que temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz: A gente dá muitas risadas juntos. A gente admira o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. A gente acha que o mundo está maluco e sonha com sonos jamais despertados antes do meio-dia. A gente tem certeza de que nenhum perfume do mundo é melhor do que a nuca do outro no final do dia. A gente se reconheceu de longa data quando se viu pela primeira vez na vida.
— Tati Bernardi  (via breeze-new-moon)
Há 1 mês, ♥ 1145 | reblog | Tags: #tati bernardi
   Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba. E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos. Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?
Tati Bernardi. (via estranho-sonhar)
Há 1 mês, ♥ 1186 | reblog | Tags: #tati bernardi